Joesley e Wesley com direito a voto

A Comissão de Valores Mobiliários decidiu por unanimidade que Joesley e Wesley Batista poderão votar na assembleia da JBS marcada para esta sexta.

A decisão contraria pedido de afastamento feito pelo BNDES, informa O Globo.

Os Batista têm 42% dos papéis com direito a voto da JBS, e o BNDES é o maior acionista minoritário. As delações premiadas de Joesley e Wesley, em maio, derrubaram o preço das ações e obrigaram a empresa a lançar um programa bilionário de venda de ativos.

A decisão do colegiado da CVM também foi contrária ao parecer de sua área técnica.

7 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Se Aécio e os demais do PMDB comprados pelos irmãos podem votar no Congresso Nacional, por que os irmãos Batista não podem votar nos Conselhos das próprias empresas? Nem tudo que é moral é legal e vice-versa.