Justiça Federal em SP suspende fusão Boeing-Embraer

O juiz federal Victorio Giuzio Neto, da 24ª Vara Cível Federal de São Paulo, concedeu liminar para suspender a fusão entre Boeing e Embraer, informa o G1.

A decisão foi tomada após uma ação apresentada pelos deputados petistas Paulo Pimenta e Carlos Zarattini.

Em julho, as duas empresas assinaram um acordo de intenções para formar uma joint-venture na área de aviação comercial da Embraer, avaliada em US$ 4,75 bilhões.

Nos termos do acordo, a fabricante norte-americana de aeronaves deterá 80% do novo negócio, e a empresa brasileira, os 20% restantes.

Na sua decisão provisória, o juiz alegou que a medida foi necessária diante da proximidade do recesso do Judiciário e da posse do novo presidente, Jair Bolsonaro. O objetivo, disse Giuzio, é evitar atos concretos impossíveis de serem revertidos.

A AGU disse ao G1 ainda não ter sido notificada da decisão.

Comentários

  • Davi -

    Deixa o mercado regular-se a si mesmo, seu pateta! Chega de estado dando pitaco!!!

  • Jackson -

    O PT sobrevive de manobras, de maracutaias, de cupinxas em todas as esferas. O PT nunca lutou pelo país, e sim pelo partido e só pelo partido. É pior que uma seita, um clã, uma máfia, são piores

  • Ricardão -

    tem mesmo mas a Embraer não é estatal.. kkkkkk

Ler 88 comentários