Justiça no Rio mantém desconto de mensalidade sindical em folha

Telegram

Varas federais do Rio acataram dois pedidos de servidores públicos federais e autorizaram os respectivos sindicatos das categorias a descontarem contribuições sindicais direto do contracheque, informa a Folha.

As liminares contrariam a MP publicada por Jair Bolsonaro no Carnaval, que impede o desconto em folha e determina o pagamento da contribuição por boleto bancário.

Em decisão a favor do sindicato dos servidores das Justiças Federais do Rio, o juiz Fabio Tenenblat afirmou que, como a MP entrou em em 1º de março, “não houve tempo hábil mínimo para que os sindicatos reorganizem suas finanças”.

Assim como Donald Trump, Bolsonaro também quer mudar a embaixada do país para Jerusalém. Acompanhe aqui!

Coitadinhos dos sindicatos.

Comentários

  • Silvando -

    O judiciário gosta que os outros cumpra a Lei, eles no entanto não dão a mínima, na cabeça deles, a Lei é para alguns.

  • mojave -

    Se o empregado é sindicalizado , a forma como ele paga a mensalidade é problema dele com o sindicato. Bolsonaro nao tem que determinar como isso é feito.

  • Júlio -

    São as saúvas que comem todas as esperanças de um país melhor. O corporativismo ideológico é uma desgraça e depois que descontar não tem como reaver, pobre funcionários públicos carioca.

Ler 219 comentários