Latam Brasil entra em processo de recuperação judicial nos EUA

A Latam Brasil anunciou nesta quinta-feira que entrou no processo de recuperação judicial nos Estados Unidos, iniciado pelo grupo em maio, em meio aos impactos econômicos da pandemia de Covid-19.

Segundo a Latam, a medida tomada pela empresa tem o objetivo “de reestruturar seus passivos financeiros e administrar de maneira eficiente sua frota local, mantendo a sua operação normalmente”.

O Grupo Latam Airlines e suas afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e EUA já haviam entrado no processo de reestruturação de dívida sob a proteção do capítulo 11 da lei americana de falências — que dá um prazo para que as empresas se reorganizem financeiramente. A Latam Brasil, na ocasião, ficou de fora.

“Tomamos essa decisão neste momento para que a empresa possa ter acesso a novas fontes de financiamento. Estamos seguros de que estamos nos movendo de forma responsável e adequada, pois temos o desafio de transformar a empresa para que ela se adapte à nova realidade pós-pandemia e garanta a sua sustentabilidade no longo prazo”, afirmou o CEO da Latam Brasil, Jerome Cadier, em nota.

A dívida da filial brasileira é de cerca de R$ 7 bilhões. O endividamento de todo o grupo chega aos US$ 10 bilhões.

Como noticiamos no mês passado, a Latam Brasil deve demitir pelo menos 700 pilotos no país.

A empresa negocia um pacote com o governo.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO