Maia em busca de protagonismo na reforma da Previdência

Rodrigo Maia se movimenta para assumir papel determinante nas negociações em torno da reforma da Previdência, como era de se esperar.

Ao tentar assumir a frente e intensificar as conversas sobre o tema com governadores — veja aqui em A Semana em 5 Pontos –, avalia a Arko Advice, o presidente reeleito da Câmara:

“1) coloca em segundo plano os articuladores políticos do governo: Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e o Major Vitor Hugo (líder do governo na Câmara);

2) reforça seu prestígio e sua interlocução com a Câmara e também com a oposição;

3) assume o protagonismo de um tema extremamente relevante para o país, ao se situar como fiador da reforma.”

Vale a Pena Ver de Novo? Será Que a Novela da CPI da UNE Irá Se Repetir? Descubra aqui.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Maia é uma nulidade eleitoral. Ele não tem apoio interno. Ele só se elegeu porque parte do PSL, desde 1º de novembro, apoiaram precocemente ele, causando um efeito bola de neve (de votos).

Ler mais 38 comentários
  1. Maia é uma nulidade eleitoral. Ele não tem apoio interno. Ele só se elegeu porque parte do PSL, desde 1º de novembro, apoiaram precocemente ele, causando um efeito bola de neve (de votos).

    1. Mal se elegeu pra depvtado federal. Só foi eleito presidente da câmara por causa dos votos de alguns poucos deslumbrados do PSL, que apoiaram Maia precocemente, minando outras…

    1. Ele é alguém remanescente da velha política fisiológica, que mal se elegeu. Uma nulidade eleitoral, sem apoio popular.

    2. É assim, né. Ele não tem compromisso algum nem com essa reforma, muito menos com as agendas da segurança, anti-corrupção, política externa, agenda conservadora, etc.

    1. Deixa-lo assumir o protagonismo de uma reforma dessa importância não é uma boa ideia, sob pena de que logo possamos voltar a ver o expediente de decisões polêmicas sendo tomadas enquanto o país

  2. Crescer para chantagear o governo, o povo vai atropela-lo. Vamos pra rua para derruba-lo. Bolsonaro não deve se dobrar a velha politica custe o que custar, deixa os canalhas sentir a ira popular.

  3. Rodrigo Maia também será o fiador no enterro do pacote anticrime do Sérgio Moro. Maia não tem escrúpulos. Joga nos dois lados sem problema. Enterra o Moro e aprova a Previdência

  4. Só rindo mesmo, e lembrar que os “mitongos” tapados, passaram 2 anos dizendo que o Maia era corrupto, aliás, vulgo Botafogo !! …melhor coisa pra esse governo é o Maia como timoneiro das reforma

    1. Mas é mesmo. E ele vai trabalhar para fazer duas coisas: reformar a previdência e enterrar o Moro. Pode até fazer do enterro do Moro uma moeda de troca para conseguir votos para a Reforma.