ACESSE

Maia, sobre queda do PIB: "Vai ser um baque muito grande"

Telegram

Rodrigo Maia comentou nesta sexta-feira a retração de 1,5% do PIB brasileiro no primeiro trimestre.

“Vai ser um baque muito grande. Por isso, a gente tem que estar unido. Vamos ter uma taxa de desemprego muito maior, informalidade muito grande, a informalidade deve passar dos 50% da mão de obra. Então, é um momento muito difícil, hora de mais diálogo, paciência, sensatez”, disse o presidente da Câmara em entrevista à TV Bandeirantes.

Segundo o deputado, são os impactos da epidemia de Covid-19 que vão “derrubar a economia”.

“Quanto maior o número de mortes, maior o impacto na própria economia, porque um drama como esse, uma tragédia como essa, sempre vai impactar a decisão das pessoas. As pessoas estão com medo, elas vão para casa de qualquer jeito.”

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

  • Guilherme -

    O ícone máximo do Centrão, vendeu a alma para escapar da lava jato mas como disse Eduardo Cunha, amanhã será vc, Rodrigo Maia.

  • Servulo -

    Fala, fala, fala mas não toma as medidas necessárias, p.ex. fundão partidário e eleitoral no combate à covid, redução temporária dos salários de dep e servidores da Câmara, etc,etc. Falastrão!

  • Orlando -

    Explique-nos, R. Maia, como infectar o JB com o vírus da sensatez. Como não encontrará resposta para minha pergunta, vai um conselho: lute pela INTERDIÇÃO do presidente, a fim de q tenhamos PAZ.

Ler 20 comentários