Mais ração, por favor

A China cresceu “só” 7,4% em 2014. O mercado reagiu mal, mas ainda assim houve certo alívio: esperava-se um número menor. O problema de a China crescer abaixo de 10% ao ano é ruim para o mundo e péssimo para o Brasil, desde que viramos basicamente exportadores de ração para porcos chineses. É isso: a economia brasileira é uma porcaria.


Se polco chinês come menos, Blasil clesce menos

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200