ACESSE

'Ministro' de Bolsonaro prevê R$ 700 bi em privatizações

Telegram

Em entrevista ao Valor, Paulo Guedes disse que, no plano de governo que prepara para Jair Bolsonaro, haverá um amplo programa de privatização capaz de arrecadar R$ 700 bilhões.

Cotado para o Ministério da Fazenda caso Bolsonaro seja eleito, o economista quer que a venda de ativos da União reduza em 20% a dívida pública federal, hoje em torno de R$ 3,5 trilhões.

Guedes também defendeu, segundo o jornal, uma inversão do sistema de distribuição da arrecadação fiscal, que passaria a irrigar os orçamentos de Estados e municípios, com a desconcentração de poder e recursos da União (“mais Brasil e menos Brasília”).

E disse acreditar que essa descentralização reduziria a pressão fisiológica de deputados e senadores, que passariam a apoiar Bolsonaro em “bases mais programáticas”.

 

Comentários

  • Mario -

    Como entendo muito pouco de economia! Meu voto será para o candidato que for honesto!

  • Johnny -

    PODERÍAMOS PRIVATIZAR STF COM MAGISTRADOS CONTRATADOS NOS PAÍSES DE 1º MUNDO POR UM HEAD HUNTER, O QUE ACHAM? NÃO VAI TER POLITICAGEM,

  • ALELUIAAA!!!!! -

    A PRAGA do Funcionarismo Público tem quer EXTINTO!!! Onde tem CONCURSADO ou INDICADO no Serviço Público, tem MUITA CORRUPÇÃO e roubo de dinheiro Público (dinheiro nosso!!!). Serviço Público: Segurança, Saúde e Educação O resto pode ser EXTINTO, VENDIDO ou DOADO. Todos os Serviços de Fiscais e o Judiciário podem ser extintos e substituídos por sistemas informatizados com Inteligência Artificial, o que reduz a zero a chance de erro ou corrupção.

Ler 227 comentários