MP de PIS e Cofins ‘não vai nem tramitar’, diz Rodrigo Maia

Rodrigo Maia disse à Folha que não vai aceitar a medida provisória que a equipe econômica de Michel Temer prepara para elevar as alíquotas do PIS e da Cofins.

“Não vai nem tramitar”, afirmou o presidente da Cãmara, em mensagem de celular.

A Fazenda quer aumentar as alíquotas do PIS/Cofins para compensar perdas de arrecadação com a decisão do STF que excluiu o ICMS da base de cálculo desses tributos.

O Supremo decidiu que, por o ICMS ser imposto estadual, não poderia integrar a base de cálculo de tributos federais. Na época, o governo alegou que perderia R$ 27 bilhões por ano.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 18 comentários
  1. Quando o Temer disser que vai tirar o exército do Rio, pq o Rodrigo Maia não aceitou arrumar $ para pagar a conta, ele vai correndo beijar os pés e dizer que vai tramitar tudo, é só pedir chefe. Que babaca, está que nem os bandidos na rocinha, atirando para todo lado e acertando o próprio pé. E ainda tem gente querendo este cara na presidência. O Temer é uma tremenda tranqueira e deveria estar preso na mesma cela do Lula, mas este babaca do Maia é pior do que a Dilma.

  2. Perdeu dinheiro roubado, de imposto cobrado sobre imposto. Gatunagem q como todas as outras acabam com a economia do país, produzindo miseráveis em série.

  3. O mais irônico, é esse anuncio da Receita Federal que volta e meia aparece no Google ads. Nele, esta escrito algo mais ou menos assim: Receita Federal, servindo ao Brasil, servindo a sociedade. Acho que apenas eles têm essa visão sobre eles mesmos. Vale ressaltar, toda e qualquer propaganda governamental, é paga com dinheiro de impostos, ou seja, com NOSSO dinheiro. Estamos, literalmente, pagando para sermos enganados…

  4. Por que o governo não faz como qualquer empresa, família ou cidadão em dificuldades e corta os seus gastos quando a situação aperta? Mais uma vez, eis o contribuinte pagando pelos excessos, pela incompetência e pelas irresponsabilidades praticadas com o seu dinheiro.

    1. Menos tributos -> menos licitações fraudulentas -> Menos propinas -> Menos malas !!!!
      Tem que aumentar impostos para as malas continuarem a circular como tem sido!
      Mas é nossa obrigação, sim, apertar os cintos e trabalhar mais para manter esse ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO de aumentar impostos

  5. Rodrigo Maia foi picado pela mosca azul e voltou a sonhar com a presidência. Socorro!!!! Rodrigo Maia é Lula de volta. E, infelizmente, bem que a Globo está torcendo. Volta tudo à estaca zero, pré Lava Jato. Não é isso que o Brasil deseja hoje. Fiquemos de olho!

  6. Não perde nada, o governo deixará é de tungar os contribuintes por meio dessas cobranças erradas, uma verdadeira afronta.

    1. Hoje, já pagamos quase 2/5 dos infernos, mas ninguém parece ligar. Não se vê manifestações pela redução de impostos, apenas pela cobrança de mais direitos. De onde as pessoas acham que sai o dinheiro que paga esses novos “direitos adquiridos”? Pois é… Só pra constar, imposto = roubo.

    2. Comentarios muito bons e oportunos!
      Senão fosse a TECNOLOGIA (eletricidade, comunicações, etc) desenvolvida FORA DESSE BURACO estariamos na era Tiradentes, mas com uma diferença substancial: aceitando os impostos acachapantes.
      Tenho dito: PRECISAMOS DE LÍDERES VERDADEIROS, PRECISAMOS DE NOVOS TIRADENTES

  7. Primeira coisa de útil que vi esse engomadinho fazer. Será que o panorama está mudando ? Temer está até com problema no coração.

  8. Esse é o meu machinho!
    Sabe aumentar a despesa pública em bilhões para bancar campanhas corruptas, mas não deixa esse governo aumentar a arrecadação.
    Foi isso que eu ensinei para o meu “Bolinha”.

  9. Enqto isso: A Petrobras anunciou ontem aumento de 12,2%, em média, no preço do botijão de gás de cozinha de até 13 quilos.

    1. O governo diz que a inflação é um pouco mais de 1%, a gasolina subiu mais que 10%, o gás, a energia elétrica etc. Que cálculo é este? Um filósofo popular disse: Confie somente em estatísticas e pesquisas que você mesmo fraudou.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.