‘Não vamos transformar isso num problema político’

Também disse Henrique Meirelles, sobre o rebaixamento da nota de crédito soberano do Brasil pela S&P.

O ministro da Fazenda afirmou que o trabalho das agências é natural.

“É uma questão pontual, [é um] sinalizador, mas não é um grande evento político no Brasil. A agência fez uma observação.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Mendes André disse:

    SR.MINISTRO,EXPLIQUE COMO CONTROLAR A ECONOMIA ,COM AGENTES POLÍTICOS DE BAIXA EXTRAÇÃO,QUIÇÁ BANDIDOS,NO PODER ? PARE COM FIRULAS ESOTÉRICAS,POIS PODE LHE MANCHAR SEU NOME. LEMBRA-TE DE JOSEF STALIN: "QUEM DORME COM CACHORRO,AMANHECE MIJADO" ALTIVEZ MINISTRO,ALTIVEZ !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ler comentários
  1. roberto disse:

    E engraçado a lógica desse Sr. Meirelles. Quando uma notícia é favorável, seja de que natureza for, torna-se um assunto político, quando é negativa deixa de ser. Também com um Currículo desse esperar o quê? Senão:-1996-2002 CEO BANKBOSTON. -2003/2010 PRES. DO BC-02 governos Lula; -2011CONSELHO OLIMPIADAS (Indicação DILMA – RJ - deu no que deu) -2012-2016 PRES. CONSELHO J&F-JBS PRES. BCO ORIGINAL. -2016-Atual MIN. DA FAZENDA–Gov.Temer.

  2. ricardo disse:

    O conselho nos sugere caminharmos com tranquilidade rumo ao Inferno! Esses canalhas estão empurrando o país rumo ao abismo com milhões e milhões em gastos descontrolados em benefício dos políticos bandidos que estão se lixando com as consequências. De fato, a maioria deles já tem residências e contas bancárias fora do país.

  3. Morte ao Comunismo disse:

    A nota do Brasil só não é igual à dos países africanos porque ainda tem gente querendo votar no Bolsonaro por aqui. Quando só tiver funkeiro, corinthiano e petista por aqui, aí nossa nota será igual.

  4. Não... disse:

    Deixem que os próprios políticos transformem isso em um problema político.