Ninguém segura a inflação

Depois de alcançar mais de 10% em 2015 e caminhar para superar mais uma vez o teto da meta, de 6,5%, neste ano, a inflação não deve ceder tanto quanto o governo espera. As cinco instituições financeiras que mais acertam projeções estimam avanço de 7% nos preços no ano que vem.