No governo do PT, super-ricos ganharam com a crise

Cálculos do economista Sérgio Gobetti, do Ipea, mostram que a renda do segmento mais rico da população brasileira aumentou mais de 2% em plena crise, entre 2014 e 2016, já descontada a inflação do período, informa a Folha.

Os super-ricos são aqueles que ganham acima de 160 salários mínimos por mês –ou seja, mais de R$ 152 mil mensais em valores de hoje.

A renda média dos contribuintes como um todo, por sua vez, caiu 3,3% no mesmo período, segundo Gobetti, que fez suas contas com base em dados da Receita Federal.

Esse é o resultado do governo de Dilma Rousseff e do Partido “dos Trabalhadores”. Parabéns, Gerente.

Comentários

  • G -

    E pilantras também

  • Leonel -

    Se os super-ricos são aqueles que ganham mais de R$ 152 mil mensais, então os juízes devem ganhar isso, porque eles ganham super-salários! Não é?

  • walter -

    Dava pra propor um "curso" na unb a partir dessa constatação...

Ler 16 comentários