Nome ‘Embraer’ deixa de existir em parceria com a Boeing

A nova empresa formada a partir da parceria entre a Boeing e Embraer vai se chamar Boeing Brasil-Commercial.

A escolha do nome é mais um passo no processo de criação da joint venture. A expectativa é de que o negócio seja concluído até o fim do ano.

Seus comentários exibidos em destaque em O Antagonista, formando a comunidade dos leitores mais bem informados do Brasil. Leia mais

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. LLuiz Bernardo de Castro Vaz disse:

    Será a primeira fábrica Boeing fora dos EUA. Verdade?

Ler comentários
  1. Gileno disse:

    nada demais Boeing Brasil Lindo não sei par que a frescura com essa p**** de nome

  2. Ryu disse:

    Luiz Bernardo de Castro Vaz - Não, ela possui uma fábrica na Austrália.

  3. José disse:

    É bem provável que a fabrica brasileira passe a fabricar componentes para a boeing americana e com isso aumentar a produção no Brasil, pois isso deve favorecer a concorrência com a Airbus

  4. GargalhandoDosMinion disse:

    Bozo entreguista do patrimônio brasileiro... Canalha

    1. Paulo trouxa... Quem é o sócio majoritário?

    2. Alguém avise para este "gênio" que a Embraer é uma empresa privada e deixou de ser estatal há muitos anos!

    3. Alguém avise para este "gênio" que a Embraer é uma empresa privada e deixou de ser estatal há muitos anos!

  5. Marcelo disse:

    Já vai tarde! Ihh agora vai ter melancia que vai ter que contentar em tramar golpes em anexo uns clubes que tem por aí. ..

  6. Paunomolusco disse:

    Bolsonaro será lembrado por isso.

    1. Pensei que o governo tinha poder de veto. Então, não tinha mesmo nada que Bolsonaro pudesse fazer.

    2. Alguém avise para este "gênio" que a Embraer é uma empresa privada e deixou de ser estatal há muitos anos!

    3. Sr. "molusco", Bolsonaro não tem nada a ver com isso. A Embraer é uma empresa privada, com ações na Bolsa. A "Golden Share" só se refere à divisão de defesa e segurança, que não entrou na

  7. Edson disse:

    Os milicos de hoje iriam à corte marcial 50 anos atrás. Vergonha.

    1. Alguém avise para este "gênio" que a Embraer é uma empresa privada e deixou de ser estatal há muitos anos!

    2. Largue de mimimi. Vergonha é deixar de vender um bom negócio para quem tem mais dinheiro e deixar tudo ir por água-abaixo e um monte de desempregados por xenofobia.

  8. H.R. disse:

    Boeing Brasil-Commercial só para a parcela que a Boeing COMPROU. A Embraer jatos executivos e a Embraer defesa e segurança (que a Boeing não comprou) vão continuar a ser chamadas Embraer.

  9. Sarcástico disse:

    Uma perguntinha e a parte Militar da Embraer que não entrou neste acordo vai se chamar de que? São vários os que ela fabrica.

    1. Boeing Brasil-Commercial só para a parcela que a Boeing COMPROU. A Embraer jatos executivos e a Embraer defesa e segurança (que a Boeing não comprou) vão continuar a ser chamadas Embraer.

    2. Claro que não vai mudar o nome da parte militar! A Boeing só comprou a divisão de jatos comerciais, então não pode mudar o nome das divisões de jatos executivos e nem da militar.

  10. Mais_impostos??? disse:

    Menos empregos para brasileiros, mais empregos para americanos... E tem gente achando isso bom??

    1. A Embraer precisava de um bilhão e seiscentos milhões de reais para conseguir sobreviver e teve um prejuízo de 670 milhões. A Airbus comprou a Bombardier. O que você queria? Vá se informar, peti

    2. Melhor menos empregos para brasileiros do que NENHUM emprego para brasileiros, que é o que aconteceria se a divisão de jatos executivos da Embraer simplesmente quebrasse! Acorda!

    3. Exatamente, o mundo é bem preto no branco assim mesmo. Tá "serto". Bom era na época que o estado brasileiro tomava a frente dos negócios, inclusive da estocagem de vento.

    4. E Americano vai sair de lá para vim trabalhar aqui no Brasil? ainda mais que ganhando salario bem mais alto que os locais? Se vier é só pessoal da Diretoria ou seja uns 10 no máximo 20.

  11. ZEZECO disse:

    Quero ver agora a nomenklatura cleptocratica bananesca en fiar goela abaixo da ex-embraer algum apadrinhado politico da orcrim.Si fu,estatal .

  12. Thiago disse:

    Em outras palavras: um escritório de vendas pra America Latina, acabou.

    1. A Embraer precisava de um bilhão e seiscentos milhões de reais para conseguir sobreviver e teve um prejuízo de 670 milhões. A Airbus comprou a Bombardier. O que você queria, anarfa?