Nosso falcão é pombo

Nosso falcão é pombo

A solução mais sustentável pede a desalavancagem de nosso balanço tupiniquim, que depende principalmente de economias feitas pelo setor público.

Por isso, Joaquim Levy briga dia a dia pelo tal do ajuste fiscal, à sombra de Meirelles.

Um outro caminho – à la Rui Falcão – estabelece que devemos estimular o PIB sem ajuste fiscal, bombando o crédito ao consumo e captando empréstimos internacionais.

Esse “outro caminho”, tenebroso, configura o maior risco à economia brasileira neste momento.

Aquilo que apelidamos de O Terceiro Mandato de Dilma – por ora mantido afastado sob limites tênues.

Faça o primeiro comentário