Novaes deve cortar benefícios criados pelo PT no Banco do Brasil

Rubem Novaes, que assumirá o Banco do Brasil, tem recebido sugestões para cortar diversos privilégios criados pelo PT no banco.

Um deles é o famoso Programa de Alternativas para Executivos em Transição (PAET), que garante bônus de ‘saideira’ para quem ocupou cargo no banco por dois anos.

O valor desse benefício é de R$ 2 milhões, em média.

Uma apuração minuciosa feita em Brasília revela as principais decisões de Paulo Guedes, o posto Ipiranga do futuro presidente, e sua equipe. Leia AQUI

Cientes do risco de perderem a boquinha, dez executivos se anteciparam e pediram entrada no PAET na semana passada.

 

Comentários

  • Agostinho -

    Queria ver eles concorrerem na iniciativa privada com a China ganharem $ 36.000 por mes justamnete de um setor rentista como diz Paulo Guedes. A promoçao do filho do Mourao e imoral.

  • Luiz -

    A airatup continua. E a meritocracia??

  • José -

    Ao invés de cortar "benefícios", que tal cortar o banco? Privatização é a única solução: chega de roubos institucionalizados!

Ler 62 comentários