O BC é uma peça de teatro

Assim como na peça ‘Seis personagens à procura de autor’, de Luigi Pirandello, na qual os atores buscam um diretor para encenar as suas vidas, o Banco Central é uma espécie de ‘Oito integrantes do Comitê à procura de uma desculpa’, compara Alexandre Schwartsman, ex-diretor do BC e fundador da consultoria Schwartsman & Associados. Para ele, a ata da última reunião que manteve o juro inalterado tenta dar uma roupagem ‘minimamente técnica’ para uma decisão que foi aparentemente política.

Faça o primeiro comentário