O ‘desde que’ da reforma da Previdência

A presidente do Podemos, Renata Abreu, disse a O Antagonista que a reforma da Previdência tende a ser bem recebida pelo Congresso.

Mas há um “desde que”.

“A maioria do Podemos está favorável à reforma, desde que, de fato, seja uma reforma igual para todos, combatendo privilégios e mordomias, sem excluir nenhuma categoria. Se for uma reforma estrutural mesmo, boa parte da bancada [do partido] vai apoiá-la.”

Renata reforçou a importância de o governo “comunicar bem” a proposta à sociedade.

O Podemos tem, hoje, 11 deputados e 8 senadores.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 30 comentários
  1. Espero que dentro deste “desde que” haja a inclusão dos privilégios dos parlamentares. E deve ser uma norma federal de repetição obrigatória pelos Estados e Municípios (Assembleias e Câmaras)

  2. Quem se comunica com a população são os bancos, eles emitem press releases favoráveis à reforma que são publicados pela midia à custa de jabás. A EMPI RICUS é sócia desse site, por exemplo.

  3. 😠 a financeira dona desse site por seus mandados quer uma reforma sem o “desde que”, de qualquer jeito. Aposentadoria e aposentadorias + pensão máximas igual a 2 x o teto do INSS. Para todos.

  4. Eu só dou crédito à reforma da previdência se ela igualar todos os contribuintes em uma única categoria, independente se é funcionário público, político eleito, militar, ou da iniciativa priv

  5. A reforma da previdência nada mais é que lascar o povo brasileiro ainda mais. Veja o calculo quando o conjuge morre… a(o) viúva(o)em vez de receber 100% vai ficar com 60%. Absurdo isto!!!!!

  6. O Antagonista fecha os comentarios de todas as reportagens com homossexuais pq tem vergonha dos seus leitores. Eu ja teria fechado os comentarios para todas as reportagens pq sao todos vergonhosos.

    1. A pergunta é: Porque há diferença entre iniciativa privada, pública, juízes, políticos, etc? A reforma deve servir para igualar TODOS, sem distinção e/ou privilégios!

    1. Os tais “benefícios” são impostos que o governo retira da folha de pagamento e “administra” para um suposto retorno no futuro. Seria melhor se fosse pagos como salário, e cada um decida como us

  7. Desde que o que? Está querendo $$$$$$$, então vai estar difícil mesmo porque esse governo é de Militares e eles não dão nenhum centavo para corruptos. A bandalheira acabou, viu?