“O dia do juízo fiscal”

A crise não é pequena e se os deputados não levarem a sério as medidas do ajuste – e a urgência em aprová-las -, a Câmara enfrentará “o dia do juízo fiscal”, assim definido por Darcísio Perondi, relator da PEC que limita os gastos públicos.

O deputado disse ao Antagonista:

“A crise é incontestável e o Brasil tem pressa. Se o parlamento não tiver coragem para superar essa penúria fiscal, a situação vai piorar e nós teremos nos mostrado impotentes diante do caos. Temos uma proposta e há uma emergência. Ou aprovamos ou chegará ‘o dia do juízo fiscal’, que repercutirá na sobrevivência de deputados e partidos.”

Faça o primeiro comentário