O entalo fiscal bolsonarista

O entalo fiscal bolsonarista
Foto: Marcos Corrêa/PR

“Ao cabo de meses e meses de ilusionismo, falta de foco e escancarada procrastinação do anúncio das medidas de ajuste nas contas públicas que se fazem necessárias, o Planalto se descobre, agora, com não mais que três semanas e meia para escapar do entalo fiscal em que se meteu”, diz Rogério Werneck.

“Salta aos olhos que, prestes a completar a primeira metade de seu mandato, Bolsonaro já não tem mais qualquer intenção de levar adiante um esforço sério de ajuste fiscal no que lhe resta de mandato. Não é isso que preconiza a ala desenvolvimentista do governo, nem o que acalenta a bancada que lhe dá apoio no Centrão, nem tampouco o que defende o círculo mais próximo de conselheiros do presidente.”

Leia mais: O que a Crusoé revelou sobre o currículo de Kassio Marques.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO