O fim inglório e o final do mês

Enquanto Dilma Rousseff vai adiando o seu final inglório, com ajuda de Eduardo Cunha, Leonardo Picciani e Renan Calheiros, os brasileiros desempregados ou com salários que não acompanham a inflação usam a poupança para chegar ao fim do mês.

Em outubro, os saques da poupança superaram os depósitos em R$ 3,264 bilhões, de acordo com o BC. Desde janeiro, o total sacado chegou a 57 bilhões de reais. Foi o pior outubro e já é o pior ano desde 1995.