Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"O Mercosul está ficando irrelevante", diz Guedes

O ministro da Economia afirmou que a modernização do bloco depende da redução da Tarifa Externa Comum
“O Mercosul está ficando irrelevante”, diz Guedes
Foto: Washington Costa - ASCOM/ME

Paulo Guedes disse nesta quinta-feira (19) que o Mercosul responde por menos de 6% das exportações brasileiras e está ficando irrelevante” para o país. A declaração do ministro da Economia foi dada durante audiência pública realizada pela Comissão de Relações Exteriores do Senado.

Segundo Guedes, entre 1995 e 2000, 17,4% das exportações brasileiras foram destinadas ao bloco. Ele também disse que, durante o período, o Mercosul foi responsável por 16,3% das importações do país. No primeiro semestre de 2021, o bloco respondeu por 5,83% das exportações brasileiras e 7,74% das importações.

“O fluxo é menos da metade do que já foi. O Mercosul não está correspondendo às expectativas. Depois de um início forte, com integração regional, foi perdendo importância ao longo do tempo.”

Guedes defendeu a modernização do bloco e disse que o processo depende da redução da Tarifa Externa Comum. A proposta, no entanto, enfrenta resistência da Argentina. O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, que também participou do evento, afirmou que a proposta brasileira era reduzir 10% da tarifa em julho e mais 10% em dezembro de 2021. A Argentina sugeriu o corte de 10% da TEC para um rol determinado de produtos. Não houve acordo.

A Tarifa Externa Comum é uma alíquota de Imposto de Importação uniformemente adotada por todos os países do bloco desde 1995, que varia de acordo com o produto classificado Nomenclatura Comum do Mercosul.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO