ACESSE

"O militar não é de fazer negócio para inglês ver"

Telegram

O texto da aposentadoria dos militares, atrelado ao plano de reestruturação da carreira, teve apoio irrestrito do general da reserva Eduardo José Barbosa, presidente do Clube Militar.

Ele disse ao Valor Econômico, destacando que não vê espaço para negociação:

“O militar não é de fazer negócio para inglês ver. O pacote é justo.”

1ª Batalha Dos Militares no Novo Governo. MAIS AQUI

Comentários

  • Rasec -

    É injusto com o civil, q tem q bancar suas mordomias. Deveriam cumprir expediente até os 60 anos para justificar seus privilégios ou fazer algo útil à sociedade

  • Renata -

    O Congresso vai despedaçar a reforma dos militares se o Bolsonaro ano começar a conversar. os deputados vao fazer os militares pagar o pato.

  • CAM -

    Apos 8 anos de FHC e 16 anos de Lula, Dilma e Temer, os militares assiatiram à deterioraçao dos recursos materiais e do poder aquisitivo dos salarios. Até quando?

Ler 86 comentários