O ministro bolivariano

Os empresários que, em nome da estabilidade, andam flertando estupidamente com Dilma Rousseff deveriam ler este alerta do jornal Valor:

“O Brasil parece preso, neste momento, a um ciclo vicioso. Está sem rumo. O ideal seria o governo mudar a estratégia antes que seja tarde demais. O risco é trilhar a rota do populismo econômico, como fizeram os vizinhos Argentina, Venezuela e Equador, ou optar pelo caminho da inflação de dois dígitos, uma não solução. Ao que se sabe, pelo menos um ministro influente já defende a ideia, dentro do governo, do crescimento a qualquer preço para resolver o impasse fiscal”.

A rota do populismo econômico

Faça o primeiro comentário