O mundo paralelo de Paulo Guedes

O mundo paralelo de Paulo Guedes
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O Ministério da Economia soltou uma nota técnica sobre a queda do PIB em 2020 e as perspectivas para este ano.

O documento diz que a “recuperação da atividade, do emprego formal e do crédito, aliada ao aumento do investimento, pavimenta o caminho para que a economia brasileira continue avançando em 2021”.

Embora fale em incertezas econômicas elevadas que tornam “o primeiro trimestre desafiador”, a equipe econômica pondera que “a manutenção da política monetária em terreno acomodatício, a expansão da vacinação, a consolidação fiscal e a continuidade das reformas estruturais possibilitarão a elevação da confiança e maior vigor da atividade ao longo do ano”. 

“Vale lembrar que a continuidade da agenda de reformas consolidando o lado fiscal, melhorando os marcos fiscais, aumentando a produtividade e combatendo a má alocação de recursos mostra-se como estratégia fundamental para a manutenção do crescimento da economia em taxas superiores às observadas nos últimos anos.”

No mudo real, porém, não há vacinas, nem reformas e a inflação reduz o poder de compra de um Real cada vez mais desvalorizado.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO