O Pibinho de Temer (1)

Esqueçam 2017. O governo já jogou a toalha e, agora, admite um crescimento de apenas 1% do PIB para o ano que vem. A informação é do próprio secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Fabio Kanczuk. A estimativa oficial anterior era de 1,6%.

Faça o primeiro comentário