O pior ficou para trás?

De Claudemir Malaquias, chefe do Centro de Estudos Tributários da Receita, ao divulgar, há pouco, a pior arrecadação federal no primeiro semestre em sete anos:

“O pior ficou para trás? Ainda não sei. Temos que ver se as expectativas positivas são sustentáveis. Se as pesquisas demonstrarem, por exemplo, uma queda da confiança, nós não teremos uma reversão. Há necessidade de que o cenário atual (de aumento da confiança) perdure. A arrecadação vai se recuperar com a volta do investimento e do emprego”, disse, segundo O Globo.

Se Dilma passou, o pior ficou para trás.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200