ACESSE

"O pior já ficou para trás", diz presidente do BC

Telegram

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que a economia já passou pelo pior momento em meio à epidemia de Covid-19.

Segundo ele, a queda do PIB em 2020 deve ser menor do que a projeção feita pelo próprio BC (-6,4%).

“Nós soltamos nosso último número de crescimento, que foi 6,4% de queda no PIB, mas enfatizamos que nós agora entendemos que a assimetria é para o outro lado. É mais provável que seja melhor do que isso e os dados recentes corroboram com essa visão”, disse Campos Neto em entrevista à TV Record.

Para o presidente do BC, dados sobre arrecadação de impostos e consumo de energia indicam que abril e maio foram os piores meses da epidemia para a economia brasileira.

“Esses dados corroboram com a visão de que o pior já ficou para trás e a gente vai ter um crescimento melhor. Esse início da volta do crescimento tem sido de uma forma até relativamente acelerada. Obviamente, a base é baixa, porque a queda foi grande, mas a gente começa a ver que essa primeira fase da recuperação tem sido o que os economistas chamam de ‘V’. Tem sido uma recuperação mais forte.”

Leia mais: A guinada de Bolsonaro para ficar no poder

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 13 comentários