O poste de Lula criou 5,4 milhões de miseráveis

Dilma Rousseff só gerou miséria.

Dos 9 milhões de novos pobres criados pelo poste de Lula entre 2014 e 2015, 5,4 milhões se tornaram extremamente pobres – ou miseráveis.

Para chegar a esse número, o Iets cruzou os dados do IBGE, divulgados na última sexta-feira, com a série histórica da Pnad.

Diz o Valor:

“De acordo com levantamento do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade, mais de nove milhões de brasileiros caíram, em 2015, abaixo da linha de pobreza (US$ 5,50 per capita por dia ou R$ 387,07 mensais), em decorrência da deterioração do emprego e da renda.

Do total, 5,4 milhões estão no critério do Banco Mundial para extrema pobreza, isto é, vivem hoje com menos de US$ 1,90 por dia ou R$ 133,72 por mês.”

Comentários

  • Insider -

    O texto da reportagem contém a seguinte afirmação: "Segundo Samuel Franco, pesquisador do Iets, de 2004 a 2014, o Brasil retirou quase 40 milhões de pessoas da pobreza." Quem governava o país entre 2004 e 2014? Abraços!

  • Contribuinte -

    Confirma o sabido.

  • mário -

    A pobreza do Brasil é não só econômico-financeira mas, sobretudo moral e ética.

Ler 60 comentários