O presidente do Bradesco confia em seu ex-subordinado

O presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, elogiou muito as primeiras medidas anunciadas pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, seu ex-subordinado no banco. Para Trabuco, o aumento extorsivo de impostos e tarifas representa um “choque de credibilidade fiscal” que permitirá aumentar “a confiança do investidor”.

Trabuco não disse se o aumento de sua confiança em Joaquim Levy tem algo a ver com o fato de que o “choque de credibilidade fiscal” será inteiramente pago pelos contribuintes, e não pelo governo, com o corte de gastos, ou pelos bancos.


Os banqueiros aprovam

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200