O rombo de R$ 46 bilhões dos fundos de pensão

A Folha de S. Paulo diz que “nos cálculos de técnicos da Fazenda, se nada for feito, o sistema previdenciário brasileiro colapsará em dez anos, e não em 30 anos, conforme projeções anteriores”.

Uma parte do sistema previdenciário, na verdade, já quebrou: aquela que foi saqueada diretamente pelo petismo.

Uma reportagem de O Globo, publicada nesta segunda-feira, revela que “o rombo acumulado dos quatro principais fundos de pensão de estatais – Postalis, Petros, Funcef e Previ – deve ter ultrapassado 46 bilhões de reais em 2015”.

Faça o primeiro comentário