ACESSE

O rombo de R$ 67 bilhões

Telegram

As contas do setor público consolidado, que englobam governo federal, estados, municípios e empresas estatais, registraram um déficit primário de R$ 67,125 bilhões no acumulado dos onze primeiros meses deste ano, informou o Banco Central, segundo o G1.

“O déficit primário acontece quando as despesas ficam acima das receitas, sem contar os gastos com juros da dívida pública.

Apesar de negativo, trata-se do melhor resultado para esse período desde 2015, ou seja, em três anos, de acordo com a série histórica do BC. De janeiro a novembro do ano passado, por exemplo, o rombo fiscal somou R$ 78,261 bilhões. Com isso, houve uma queda no déficit de 14,22% na parcial de 2018.”

2019 não será um ano para amadores. Conte com a ajuda de especialistas para chegar são e salvo a 2020 AQUI

Comentários

  • Romeu -

    A solução é acabar com a recessão. Trump provou que dá certo. Mas, teimosos apostam sempre na concentração de renda: para bancos, estatais, funcionários públicos, grandes empresas... o povo q

  • Vicente -

    Corrigindo: "dilma"

  • OBSERVADOR🇧🇷 -

    Precisa incluir o milhão do motorista Queiroz!

Ler 54 comentários