O teste da nova CPMF

Telegram

O governo planeja testar a viabilidade de um novo imposto nos moldes da CPMF em um prazo de seis meses a um ano, informa o Globo.

Os técnicos do Ministério da Economia entendem que o tempo serviria para calibrar a capacidade de arrecadação do novo tributo que deve substituir, aos poucos, a contribuição sobre folha de pagamento.

O novo importo, que vem sendo chamado de Contribuição Previdenciária (CP), deve começar com uma alíquota de 0,2%. Assim, seria possível cortar o valor do imposto sobre salários recolhido pelo empregador de 20% para até 13%. A CP subiria gradativamente, até que a sua arrecadação seja suficiente para cobrir a desoneração total da folha.

Comentários

  • Eliane -

    Essa tal de CPMF aumentará exponencialmente e os impostos continuarão os mesmos, como sempre foi.

  • EDUARDO -

    Eu não sou patrão de ninguém e vou ter q pagar? Para desonerar as empresas o povo comum arcará com as despesas? Será q eu não entendi a proposta?

  • Afonso -

    Começa só colocando a cebecinha...

Ler 80 comentários