OCDE reduz estimativa de crescimento do Brasil

O PIB brasileiro deve crescer 1,4% em 2019, segundo a OCDE.

É menos do que a metade da média mundial, estimada em 3,2%.

Diz o relatório divulgado hoje:

“A fragmentação política no Brasil (devido ao grande número de partidos) e, às vezes, a relação difícil entre diferentes alas do governo complicam a construção de um consenso político para a aprovação de reformas-chave.”

 

Seus comentários exibidos em destaque em O Antagonista, formando a comunidade dos leitores mais bem informados do Brasil. Leia mais

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. TTeresa Cristina Pereira disse:

    Pode piorar mais já que o executivo aposta no caos manipulando sua milícia para emparedar o Congresso que pode reagir mal. Isso aqui é um Banzé.

Ler comentários
  1. Reinaldo disse:

    Esta é a vitória de Maia e do Centão sobre os desempregados e os brasileiros mais pobres, querem extorquir do governo cargos e verbas espúrias, não conseguem e prejudicam a todos.

  2. KaduPR disse:

    Herança maldita deixada pelos petralhas: mais de 27 milhões de pessoas sem emprego segundo IBGE, depressão econômica e um país quebrado e sem saída.

    1. Mais uma década perdida.. "herança" da qual o país parece não conseguir se livrar como se fosse uma maldição...

  3. Juliandro disse:

    Pode piorar mais já que o congresso aposta na volta do toma lá da cá para emparedar o executivo e continuarem mamando como antes às custas de seus currais. Bem apropriado "currais" ao eleitorado

  4. Cacevo disse:

    A OCDE tem toda razão quando diz que a fragmentação partidária do Brasil é um problema. Vou além, e digo que é uma das responsáveis pela ingovernabilidade do país. CADÊ A REFORMA POLÍTICA?

  5. Walter disse:

    Inseguro e incompetente. Recitador de chavões nacionalistas, lamentavelmente temos outra Dilma na presidência. + 4 anos perdidos.

  6. Massaaki disse:

    São vários os problemas: institucionais, políticos, de representatividade eleitoral, de transparência, de enforcement, de falta de punição célere e efetiva, que distorcem a política e suas neg

  7. VitorGomes disse:

    Não se preocupem: Vai ficar pior. Breve teremos MAIS partidos ainda...

  8. Alexandre disse:

    Enquanto não aprovar a previdência, nada irá acontecer. Qual a dificuldade para entenderem isso?

  9. João disse:

    Essa crise nunca atingirá os Marinhos, o Diogo, A Miriam Leitão, etc.Dinheiro eles têm, o que falta a eles é compaixão. Nós empresários estamos quebrando, junto virá o desemprego, miséria e r

  10. Moacir disse:

    O mundo inteiro já sabe que estamos na mão de um miliciasno

  11. Roberto disse:

    Cadê a criação de empregos que seria gerada pela reforma trabalhista do Temer!!!! Nica nica... a mesma conversa fiada agora é usada com a previdência dos bancos. E Lulla tá preso babaca!!!

  12. Zaitsev disse:

    Ótima notícia ! Tem que ser daí para pior

    1. Seu imbecil, voce aposta no quanto pior melhor, não está nem ai para o país, se as coisas piorarem voce, sua familia serão também atingidos.