Odebrecht se segura para não quebrar

A Odebrecht corre para não entrar em recuperação judicial. Reportagem do Valor informa que o grupo acumula dívida de R$ 80 bilhões e precisa levantar R$ 1 bi para continuar funcionando por mais um ano.

A “reorganização financeira” das várias empresas da holding, para gerar receita, não tem alcançado os resultados planejados.

“Os bancos nacionais têm nas mãos garantia para apenas R$ 12,7 bilhões do total dos créditos, em ações da Braskem. Mais de R$ 27 bilhões não têm cobertura – seria, para o sistema financeiro, um volume de crédito inadimplente muito maior do que o de qualquer outra companhia que já tenha tido problemas no Brasil”, informa o jornal.

A quebra da Odebrecht seria um exemplo.

Comentários

  • Medina -

    Para eles verem que não vale a pena se misturar com a gangalha política. Sinto pelo empregados que na maioria são pessoas do bem. Que os empresários aprendam a não se misturat com políticos p

  • ALEXANDRE -

    Essas grandes empreiteiras só viviam com o dinheiro do estado, super faturamentos e obras bilionárias. Não tinham controle algum e era só maracutaia. Sem b

  • mivaadv@gmail.com -

    Corrompeu e se deixou corromper. O preço é alto para todos. O pecado de uns traz consequencias graves para todos, sem exceção. O País espera que a Odebrecht tenha aprendido a lição.

Ler 75 comentários