Onde cortar?

Os incentivos fiscais concedidos por Lula e Dilma Rousseff só produziram um resultado: o aumento exponencial da propina destinada à ORCRIM.

Marcelo Odebrecht, em seu depoimento ao TSE, disse que pagou 50 milhões de reais à dupla petista pelo Refis, em 2009. E outros 100 milhões de reais pelo Reiq, em 2013.

Henrique Meirelles cortou 42 bilhões de reais em investimentos. Ele deveria ter cortado, em vez disso, os subsídios que distorcem a economia.