Onyx descarta reforma da Previdência ainda em 2018

Onyx Lorenzoni, coordenador político da campanha de Jair Bolsonaro, afirmou que o grupo do presidenciável não fará nada para aprovar a reforma da Previdência ainda neste ano, caso ele vença a eleição, informa a Folha.

No mês passado, Michel Temer disse que entraria em contato com seu sucessor para tentar aprovar a reforma ainda durante seu governo.

“Se [Bolsonaro] ganhar a eleição no dia 28, que nós acreditamos que vai, nós vamos tratar desse assunto no dia 1º de janeiro de 2019. Nem um dia antes”, disse Onyx, cotado para assumir a Casa Civil se o presidenciável do PSL vencer.

Você precisa redobrar a atenção no 2º turno. Entenda por que clicando AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 35 comentários
  1. Como outros leitores já devem ter lembrado, estamos no meio de uma intervenção militar na segurança do RJ. Mesmo sem a devida retaguarda jurídica, mas estamos. Não dá pra votar PECs.

  2. Tratem esses temas c eles,eles propões de um jeito e no dia seguinte vazam como se fosse de voces.Cuidado c trairagem.O onus já não será facil.Arrumar uma coisa q eles poderiam ter feito e não fi

  3. Nenhuma reforma q necessite de uma PEC pode ser votada ou aprovada antes de 31/12/2018 a não ser que o Governo Federal acabe a intervenção federal na Segurança do RJ q pelo que sei vai até esta d

  4. Está certo!!! A reforma da previdência só deve ser feita após um estudo minucioso e transparente de sua verdadeira situação. não podemos deixar isso nas mãos de políticos q arrombaram nossas

    1. Temer +1000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ suspender intervenção militar no Rio e poder aprovar emendas p/ acabar com a Lava-jato. ACORDA BRASIL!!!

    2. Temer +1.000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ suspender intervenção no Rio e poder aprovar às escondidas emendas q acabem com a Lava-jato. ACORDA BRASIL!!!

    1. Temer +1.000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ suspender intervenção no rio p/ poder aprovar às escondidas emendas q acabem com a Lava-jato. ACORDA BRASIL!!!

  5. Temer +1.000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ suspender intervenção no Rio e poder aprovar às escondidas emendas q beneficiem corruptos. ACORDA BRASIL!!!

    1. Temer +1.000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ suspenderem a intervenção no Rio e poderem aprovar emendas q acabem com a Lava-jato. ACORDA BRASIL!!!

    1. Temer +1.000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ suspender intervenção no Rio e poder aprovar às escondidas emendas q beneficiem corruptos. ACORDA BRASIL!!!

  6. A reforma da previdência é crucial, o desequilíbrio nas contas publicas é brutal, e no corte de despesas em geral, acabem com a excrecência que é o TST, e outros, tem que ser feito.

  7. Pelo visto, o equilíbrio das contas públicas para Bolsonaro é cascata e ele quer arrastar esta reforma – que o golpe fracassado do Janot já atrasou – por mais tempo. Assim, quebra de vez…

    1. Temer +1.000 políticos bandidos querem reforma da previdência ainda este ano p/ poderem suspender intervenção no Rio e aprovarem às escondidas emendas q beneficiem corruptos. ACORDE BRASIL!!!

  8. Essa ideia não tem como prosperar! Não se pode fazer emenda com uma intervenção em andamento, e no ano que vem os deputados serão outros mais favoráveis as mudanças! Certinho B17

  9. Poderia colocar mais essa na conta do “Zumbizão”, como bem disseram. As megacorporações dos “funças”, que são muito beneficiadas com o sistema, do jeito que está, não vão gostar nadinha di

  10. Chapa Puro Sangue FFAA: Sem loucura. 1º limpar, jogar no lixo, na cadeia todas essa corjas que se locupletaram dos “Cofres da Viúva” nos últimos 30 anos. Depois com equilíbrio tudo se ajustará.

  11. Certo. Com esse Congresso bichado, derrotado, rejeitado, qual seria a mensagem ao povo que renovou como nunca antes a Câmara e o Senado? Seria uma espécie de oportunismo sub-reptício. #B17 é limpe