Orçamento de 2021 não tem Renda Brasil, mas prevê aumento de 20% do Bolsa Família

O Ministério da Economia não conta com a criação do Renda Brasil na proposta do Orçamento de 2021.

Em coletiva, o secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues, disse que o governo ainda trabalha na formulação do programa assistencial.

Na proposta orçamentária, no entanto, o governo projeta um aumento de quase 20% nos recursos para o Bolsa Família — de R$ 29,4 bilhões este ano para R$ 34,8 bilhões em 2021.

Segundo o Ministério da Economia, o acréscimo é resultado da espera por um aumento no número de família beneficiadas pelo programa, de 13,2 milhões para 15,2 milhões.

Sobre o Renda Brasil, Rodrigues afirmou que a criação do novo programa não é inviabilizado pelo fato de ele não estar previsto no Orçamento de 2021.

“O Renda Brasil, nós trabalhamos com os programas já existentes. Se o Renda Brasil tiver na formatação que está sendo desenhada, se tiver absorção do Bolsa Família, o PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) 2021 traz, sim, a estimativa para a despesa primária com o Bolsa Família.”

 

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários
TOPO