Orçamento de 2021 tem aumento para Defesa e redução para Infraestrutura

Orçamento de 2021 tem aumento para Defesa e redução para Infraestrutura

A proposta orçamentária do governo para 2021 prevê um aumento de 16% nas despesas, em comparação com este ano.

Somando todas as despesas, o governo espera gastar R$ 4 trilhões no próximo ano. No Orçamento de 2020, eram R$ 3,4 trilhões de despesas.

Apesar do aumento, o orçamento para o Ministério da Infraestrutura deve cair de R$ 26,9 bilhões para R$ 24,6 bilhões.

Já o Ministério do Desenvolvimento Regional terá R$ 24,2 bilhões em 2021, valor que representa recuo se comparado com 2020, quando teve R$ 25 bilhões para gastar.

O Ministério da Cidadania tem uma das maiores altas. Terá R$ 104,2 bilhões no próximo ano, enquanto teve R$ 94,9 bilhões em 2020. O aumento está relacionado à ampliação do Bolsa Família.

O Ministério da Defesa, que pressionou por mais recursos, terá um aumento de R$ 113,9 bilhões para R$ 116,1 bilhões.

O Ministério da Educação teve R$ 2 bilhões a mais no Orçamento, com R$ 144,5 bilhões. Já o Ministério da Saúde também terá alta modesta, de R$ 134,2 bilhões para R$ 136,7 bilhões.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários
TOPO