Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Os valores pensados para a "taxa de liberdade sindical obrigatória"

O professor de Economia Hélio Zylberstajn, do Grupo de Altos Estudos do Trabalho, foi quem propôs a Rogério Marinho como se daria a volta do imposto sindical — que passaria a chamar-se “taxa de liberdade sindical obrigatória”.

Ele pensou inicialmente no valor equivalente a meio dia de trabalho por ano. Acharam muito. Ele então baixou para um terço de um dia de trabalho por ano. Até O Antagonista publicar a notícia, o valor que vinha sendo cogitado era de um quarto de um dia de trabalho por ano.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO