ACESSE

Padilha quer que 'batalha' da Previdência termine em fevereiro

Telegram

Em entrevista coletiva hoje, Eliseu Padilha disse que, se a reforma da Previdência não for votada em fevereiro, o governo não tem a intenção de insistir na pauta indefinidamente.

“Tem momentos em que a batalha tem que parar, e achamos que é em fevereiro”, declarou o ministro-chefe da Casa Civil.

A expectativa do governo é começar a discutir o projeto na próxima segunda (5) e votá-lo em 19 de fevereiro.

 

Comentários

  • Cláudio -

    E o povo quer que Eliseu Quadrilha vá em cana!!!!!!!!!

  • caça-petebas -

    A reforma é fundamental e inescapável. Antes agora do que no próximo governo. Só é contra quem acha que dinheiro nasce em árvore.

  • Álvaro -

    Se for para fazer reforma meia-boca é melhor nem fazer.

Ler 13 comentários