Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Paulo Guedes é caso de internação

Em Dubai, ao criticar a revista The Economist, tesoureiro da campanha de Bolsonaro à reeleição conseguiu dizer que o Brasil está 'muito melhor' que ingleses
Paulo Guedes é caso de internação
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Depois de voltar a insistir na balela da “recuperação em V” da economia brasileira, Paulo Guedes (foto), o tesoureiro da campanha de Jair Bolsonaro à reeleição, conseguiu nesta segunda (15) bater o próprio recorde de desconexão da realidade.

Em Dubai, Guedes respondeu à revista britânica The Economist, que descreveu o governo Bolsonaro como “nocivo” à economia do Brasil e criticou sua “dissimulada tentativa de contornar o limite constitucional para gastos públicos”.

“Eles estão errando todas sobre o Brasil”, afirmou o tesoureiro. “Falaram que o Brasil ia cair 10% (na pandemia), cai 4%, que a Inglaterra ia cair 4%, caiu 10%. A Economist está liderando as previsões para o buraco.”

Guedes disse ainda que a revista “deveria olhar um pouquinho para o próprio umbigo, lá para dentro da Inglaterra que está em maus lençóis. E cá para nós, estamos indo muito melhor que eles”.

Sim, o tesoureiro de Bolsonaro conseguiu dizer que o Brasil, com inflação alta, 100 milhões de pessoas em estado de insegurança alimentar (20 milhões das quais com fome) e perspectiva de retração do PIB em 2022, está melhor que o Reino Unido — que enfrenta problemas, mas circunstanciais. Já virou caso de internação.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....