Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pedro Fernando Nery: Brasil vai decolar, mas de Itapemirim

Em edição especial da Crusoé, economista aponta que PIB na pandemia caiu mais para pobres e mulheres e prevê que atual governo não fará reformas em 2022
Pedro Fernando Nery: Brasil vai decolar, mas de Itapemirim
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em artigo para a edição especial da Crusoé com perspectivas para 2022, o economista Pedro Fernando Nery comenta o que ele chama de “divórcio do PIB” no país.

“O PIB dos ricos se recuperou bem, temos novos bilionários e até já se cogita aumento para a elite do funcionalismo. Mesmo o emprego com carteira assinada teve uma evolução bem melhor do que a da crise anterior. Mas o PIB dos pobres foi severamente impactado pela pandemia”, aponta Nery, destacando também que o PIB das mulheres custa mais a se recuperar que o dos homens.

O economista escreve ainda que, na eleição de 2022, “será possível prometer ou rechaçar a reforma tributária e a reforma administrativa porque elas não foram e não serão feitas pelo atual governo” e ironiza: o Brasil só vai “decolar” (como gosta de dizer Paulo Guedes) no ano que vem se for de Itapemirim.

LEIA AQUI a íntegra do artigo; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....