Perdão no ar

A concessionária que administra o Galeão, a RIOgaleão, quer um alívio de 15 anos para quitar suas dívida com o governo, informa a Folha.

A alegação é que a queda da demanda por causa da crise econômica reduziu sua receita em R$ 318 milhões; a arrecadação com tarifas aeroportuárias até 2020 seria R$ 1,3 bilhão menor.

Se o governo topar, terá de dar o mesmo benefício às demais concessionárias.

Faça o primeiro comentário