Pessimismo no mercado de trabalho

O indicador de percepção do mercado de trabalho no futuro, medido pela FGV, subiu ao maior nível desde janeiro do ano passado, mas a notícia não é boa. Depois de diversas quedas consecutivas, o índice apenas parou de piorar e o economista Fernando de Holanda Barbosa Filho explica que o pessimismo persiste.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200