Premium I e II, Lula I e II

A Petrobras, ontem, desistiu de construir as refinarias Premium I e II, contabilizando uma perda de 2,7 bilhões de reais. 

A Premium I, projetada para ser a maior refinaria brasileira, capaz de produzir 600 mil barris/dia, estava sendo erguida em Bacabeira, no Maranhão, pela Galvão, uma das empreiteiras mais enroladas na Lava Jato.

As obras foram inauguradas, com grande fanfarra, por este grupo: José Sérgio Gabrielli, Dilma Rousseff, Lula, Roseana Sarney, José Sarney, Edison Lobão.

Como se sabe, Alberto Youssef, no dia em que foi preso, havia acabado de pagar propina a um assessor direto de Roseana Sarney.

A refinaria Premium II, no porto de Pecém, no Ceará, também estava sendo realizada pela Galvão, em sociedade com a Marquise. Suas obras foram inauguradas por outro grupo muito representativo, formado por José Sérgio Gabrielli, Lula, Cid Gomes e, à direita, Paulo Roberto Costa.