ACESSE

Previdência: Alckmin discorda de seu conselheiro

Telegram

Geraldo Alckmin discordou de seu conselheiro e economista Roberto Giannetti da Fonseca e defendeu que a reforma da Previdência seja aprovada neste ano.

O governador disse, há pouco, a jornalistas:

“Eu discordo. Entendo que a reforma deve ser votada neste ano, de preferência no começo do ano, em fevereiro. (…) Nossa proposta [do PSDB] é favorável à reforma da Previdência e sua votação agora no início do ano.”

Giannetti afirmou ao Valor que seria melhor deixar o debate para o ano que vem.

Comentários

  • Felipe -

    A reforma é necessária para o Brasil e Geraldo Alckmin, é um equilibrado e busca sempre o melhor para o Brasil e para os brasileiros.

  • Soropita -

    Eis a filosofia do Alckmin: 'pimenta nos olhos dos outros é refresco'. Ou seja: ladões novos, folga orçamentária para a devida continuidade de ofício tão antigo e eficiente; que é pilhar o erário público!... rsrs

  • Jonas -

    Estamos só aguardando o desfecho da Reforma da Previdência para ter certeza sobre as prioridades desse Congresso. O que foi feito para a aprovar o Fundão Eleitoral versus o que foi feito para aprovar (ou não) a Previdência.

Ler 23 comentários