Privatização da Petrobras: não foi dessa vez

A manchete do Valor hoje destaca que cresce a parcela estrangeira na produção de petróleo no Brasil.

“O programa de venda de ativos da Petrobras e o leilão do pré-sal devem acelerar neste ano o movimento de desconcentração da produção de petróleo e gás no Brasil. Embora a estatal continue sendo responsável pela operação dos principais projetos previstos para o ano, a companhia deverá ter um pequeno aumento de produção, enquanto crescimento das petroleiras estrangeiras e privadas nacionais tende a se intensificar.”

O Antagonista torceu para ler algo sobre a privatização da empresa.

Faça o primeiro comentário