Qual é a probabilidade de um fracasso da reforma?

Qual é a probabilidade de um fracasso total da reforma previdenciária?

A pergunta foi feita pelo Valor a uma das diretoras da Fitch, que respondeu:

“É difícil calcular a probabilidade desse cenário. Por exemplo, a reforma da Previdência estava muito próxima de ser votada no governo passado, do ex-presidente Michel Temer. Mas riscos idiossincráticos levaram ao fracasso. Mesmo que o debate sobre a reforma esteja mais maduro, entendemos que o governo está tentando formar uma coalizão e um consenso para aprovar a reforma. O fato é que riscos idiossincráticos podem contaminar o ambiente político e dificultar o avanço da reforma, mesmo desta vez.”

Você poderá OUVIR todas as 100 notícias diárias em O ANTAGONISTA+. Leia aqui

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler comentários
  1. MMARCO BETTEGA disse:

    É idiossincrático da política e de quem se serve dela, não admitir abrir mão de nenhum privilégio. É idiossincrático o congresso trabalhar contra o país,. É idiossincrático a justiça proteger bandido.

    1. E é idiossincrático do povo tomar na bun.da. Reclama, mas goza.

  2. MMARCO BETTEGA disse:

    O problema do país é ser idiossincrático demais!

    1. KKKKK, risco idiossincrático deve ser o "idiota secreto", aquele que faz reuniões noturnas em porões subterrâneos.

  3. AAlberto Fernando Barddal Drummond Filho disse:

    Para variar, nosso congresso não se interessa pelos efeitos de um sim ou de um não para o Brasil. Preocupam-se apenas com os efeitos a serem auferidos para si mesmos ou seus partidos.

    1. Também com presidente cover da dilma, qnt besteira meu deus....nunca vi tanto tiro no pé de uma so vez...

  4. Serena disse:

    Se não houver reforma, muito bonitão vai ficar sem salário, aposentadoria, pensão, pode ficar desempregado, sem direito à saúde, educação. Não entenderam que o dinheiro acabou ???

  5. Manoel disse:

    Simples, só não deixar mais o Paulo Guedes dar explicações.

  6. Martins disse:

    O Centrão vai ser o culpado pelo desastre. E seus nomes serão ETERNAMENTE lembrados nas eleições. Não é ameaça. É PROMESSA.

  7. Luis disse:

    Se estes Deputados e Senadoresb estão trabalhando contra o Brasil e só a favor de si próprios, que fechem , pois vão quebrar a Nação e gozar dos benefícios surrupiado.

  8. José disse:

    Riscos? O risco é a elite funcional do serviço público, federal, estadual ou municipal, com seus privilégios e vantagens concedidas por políticos que também usufruem dessa situação.

  9. MAC disse:

    A verdade é que deputados,senadores e principalmente juízes não querem perder suas regalias e não deixam o Bolsonaro governar.Ele se meteu em um ninho de cobras

  10. Izaias disse:

    Deixa quebrar ai vamos pegar estes politicos do centrao e baixar a po.rra.da na rua

  11. Carlos disse:

    Será que essa parte da imprensa não entende o funcionamento do Congresso? Só perguntar ao cidadão de bem para saber.

  12. Orion disse:

    A probabilidade de votar a reforma chegaria a 70%, 80% ou até 99% de chances. Basta que os brasileiros se unam e mostrem ao congresso que queremos a REFORMA! Usem as redes sociais dos congressistas.

    1. Para se aposentar será necessários 3 documentos: 10 Atestado de óbito; 2) Endereço do cemitério; 3) Número do túmulo.

    2. kkkkkkk Fale por você! Enquanto não for uma reforma que VERDADEIRAMENTE corte na carne dos privilegiados eu sigo sendo contra.... Pq na realidade, não está cortando nem um mínimo de privilégios.

    3. Os contatos dos congressistas é público. Lá no mapadaprevidencia tem os contatos de todos os congressistas.

  13. alberto disse:

    Os vícios idiossincráticos podem levar o Brasil abaixo do buraco negro que já está. Será isso que os poderosos querem?

  14. egidio disse:

    Pelo menos o Janot já se aposentou. Outra operação JBS fica mais difícil...

  15. gilberto disse:

    No CN a aprovação da reforma da previdência fica condicionada as vontades dos parlamentares. O Brasil não é o foco. Egos, infantilidades, mesquinharias e outras banalidades mais regem a disputa.

  16. Fernando disse:

    Perfeitamente, a idiossincrasia invadiu o Parlamento, fazendo-se bem presente nos presidentes das duas Casas.

  17. Apolinário disse:

    Estamos perdendo tempo com um Presidente fraco. A dupla Centrão/Mourão avançaria as reformas muito mais rapidamente.

  18. Ivan disse:

    Adorei o modo chique como a agência denominou as denunciações criminosas no caminho dos presidentes ... "idiossincráticas" ... um meio educado de tratar com alguns criminosos.

  19. Reinaldo disse:

    Como faltam a maioria dos parlamentares patriotismo, misericórdia para com os mais pobres e vergonha na cara, podem continuar a extorquir o governo e desidratar ou não votar a reforma.

  20. Regildo disse:

    Hoje, o maior "risco idiossincrático" que o governo enfrenta tem nome e sobrenome: Rodrigo Maia, vulgo Nhonho!

  21. CarlosGomes disse:

    Não se deram conta que o fracasso da previdência não será o fracasso do governo ou JB,será o fracasso da economia do país.Mas o Congresso tem a esperança de obterem o toma lá dá cá,como nos

  22. Trump disse:

    A probabilidade de um fracasso é diretamente proporcional a ansia de termos militares inúteis e acovardados que assistem a um bando de bandidos no congresso dar as cartas e a um stf apodrecido.