Quebra-galho de R$ 30 bilhões

O governo estima que até R$ 30 bilhões possam ser sacados do FGTS, se permitir que os trabalhadores retirem, no máximo, R$ 1 mil do fundo para quitar dívidas.

Isso significa que até 30 milhões de brasileiros poderiam recorrer a esse quebra-galho.

200