Raquel Dodge é contra imposto sindical obrigatório

Raquel Dodge enviou ao STF parecer em que defende o fim do imposto sindical obrigatório na ação direta de inconstitucionalidade que corre no Supremo.

Nesta quinta, 28, o STF vai começar a julgar 19 ações pela volta do imposto sindical obrigatório, que estão sob a relatoria de Edson Fachin.

Desde a reforma trabalhista, em novembro do ano passado, a contribuição passou a ser facultativa. Para a PGR, não existe inconstitucionalidade formal nem material no fim do imposto sindical obrigatório.

Clique AQUI para ler a íntegra do parecer de Raquel Dodge.

Comentários

  • Carmencita -

    Isso, Sra. Procuradora.

  • Ronaldo -

    Espero que essa corte mantem o que foi aprovado no legislativo, a cobrança tem ser facultativa, que esse pessoal dos sindicatos nunca trabalharam na vida, bando de parasitas, querem enriquecer as custas do trabalhador.

  • BARBARA -

    Eu também!!

Ler 24 comentários